“Aprender a habitar o mundo, em vez de querer construí-lo de acordo com a idéia preconcebida de evolução histórica.” Bourriaud, Estética Relacional

Luis Segadas

26/04/2012 – quinta-feira

Esta foi a primeira ação nas ruas de Cuiabá. Na esquina das ruas Alexandre de Barros e Projetada – coordenadas -15. 62 41 59 / -56. 05 44 34, bairro Chácara dos Pinheiros. Já observava aquele terreno durante as caminhadas com o cachorro. O conjunto: Uma televisão 21”, obsoleta, despejada em pedaços. Restos também de entulhos entre outros dejetos. Apoiado sobre a tv vemos um suporte para rolos de papel alumínio.  Vemos a TV dividida entre frente e fundo, com a tela oposta ao seu lugar de origem. Metades deslocadas, um giro, contrapostas, sujas de lama. Um arranjo, em linha, pedras de tijolos demolidos fazem a conexão invertida que mostra um rastro da ação humana. O apoio da verticalidade pretendida pelos objetos também apresenta um diálogo hierárquico. A tela de vidro, apoiada mais alta, pretende uma dominação sobre si mesma e seu rosto olha sua outra parte…

Ver o post original 332 mais palavras